Jayme Caetano Braun (1924 – 1999)

Jayme Caetano Braun, o payador

“A autencidade é a maior diferença entre os que são, e os que tentam ser”

 

Nascido na Timbaúva (hoje Bossoroca), na época distrito de São Luiz Gonzaga, na Região das Missões no Rio Grande do Sul, Jayme Caetano Braun foi payador, poeta e radialista. Em seu trabalho sempre ressaltou o Rio Grande do Sul, a vida campeira, os modos gaúchos e a natureza local. Lançou cerca de oito livros e mais um dicionário de regionalismos. Além disso gravou discos, como Payador, Pampa, Guitarra, antológica obra em parceria com Noel Guarany (que é o que  escuto neste momento).

Jayme sonhava em ser médico mas, tendo apenas o ensino médio, se tornou um autodidata principalmente nos assuntos da cultura sulina e remédios caseiros, pois afirmava que “todo missioneiro tem a obrigação de ser um curador”.

Estátua de Jayme em São Luiz Gonzaga. Foto tirada por mim em 06/06.

Aliás, hoje é aniversário da morte de Jayme Caetano Braun. O artista veio a falecer de parada cardíaca no ano de 1999, por volta das 6h, em Porto Alegre. Seu corpo foi velado no Palácio Piratini, sede do governo sul-riograndense, e enterrado no cemitério João XXIII, na capital do estado.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Informação, Literatura, Música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s