Aznar e o mundo

PedroAznar_soloporelmundo

Pedro Aznar quis mesmo demonstrar que estava sozinho, ficando à sós no palco, mas acompanhado de todo o mundo, que o assistia. Gravou A Solas Con El Mundo apenas com sua voz, violão e teclado, nada mais. As versões ficaram lindas. Interpretou do folclóre argentino à George Harrison, passando por Violeta Parra, Cazuza e Frejat.

Os audios foram gravados através de cinco apresentações em Buenos Aires. Foram apresentações altamente intimistas se pararmos para analizar que o músico estava em sua cidade natal e que era apenas ele e o público, cara a cara.

Aznar é surpreendente. Não pela ideia do íntimo com os fãs, tendo em vista que Drexler e Ramil já o fizeram inspirados em outros artistas, mas sim pela alta prática musical do artista. O cara é tão entendido de melodia e harmonia que vai do rock progressivo ao folclóre sem desagradar nenhum ouvinte.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Latino América, Música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s